sexta-feira, 26 de dezembro de 2008

Missa completa para crianças: Sagrada Familia

ACOLHIDA – Boa noite, queridas crianças

Boa noite a todos aqui presentes, sejam todos muito bem vindos a esta celebração onde ainda estamos celebrando a grande festa do nascimento de Jesus.

Hoje vamos iniciar nossa celebração com um joguinho da família. E vocês irão me ajudar a responder todas as questões desse jogo, está bem ?

Quem são os principais componentes da família?
Ah, sim... Pai, mãe e os filhos.

Será que vocês sabem qual a função de cada um deles na composição da família? Então, vamos abrir o joguinho no retro com as perguntinhas. Aquela criança que souber responder levante a mãozinha.

1 - Quem deve fazer os deveres de casa todos os dias sem reclamar? Mãe? Pai ou o filho?

2 - Quem deve manter a casa sempre limpa? (todos)

3 - Quem deve sustentar a família com seu trabalho?(nossos pais )

4 - Na família, a quem cabe a função cuidar da nossa alimentação de forma correta em casa?(nossa mãe )

5 - Quem deve obedecer a quem na família? (os filhos devem obedecer aos pais )

6 - Quem deve respeitar um ao outro dentro da família?(todos)

7 - Dentro da família, qual o elemento que deve limpar a casa?(deve ser tudo dividido)

8 - E quem dentro da família quem deve rezar?

9 - Quem na família deve ensinar sobre Deus todos os dias?

10 - Bom, esse jogo está quase no fim, mas ainda preciso saber: quem dentro da família deve amar mais?

Pois é, crianças, como vocês viram todos na família tem sua missão e, para que nada falte a ela, é necessário que todos a façam bem, só assim ela será uma família perfeita.

Mas por falar em família perfeita, quem era mesmo a família de Jesus?

Ah, Maria e José. O pai e a mãe são figuras abençoadas na criação dos filhos. Jesus, filho de Deus, poderia nem ter escolhido nascer , não precisaria depender de família, mas quis Deus mostrar a humanidade o sentimento de amor que deve unir os seres humanos. Por isso, eles formam a Sagrada Família e Deus espera que nos tornemos também essa Família Sagrada, pessoas que se amam e se respeitam mutuamente.

Em pé, com alegria, vamos cantar recebendo algumas famílias que hoje representam a família modelo, a família sagrada. Eles entram trazendo a sagrada família que estava presente no presépio.
(Separar bancos na frente para umas três famílias, leitura, preces, oração, final: usar as famílias na missa)

Ato penitencial ( Realizar as perguntas com as famílias do banco que foi reservado . Prepará-los para responde-las para que não fiquem constrangido ao serem interpelados )

Olhem só o que eu tenho aqui me minhas mãos?!

São quatro envelopes e, nesses envelopes, estão algumas perguntas sobre a família. Cada família presente aqui irá escolher um envelope e responderá de forma bem sincera o que eles perguntam.

Bom, vamos então abrir o primeiro envelope e realizar a pergunta.

1 - Qual é o grande mal que atinge as famílias hoje ?

2 - Vocês acham que hoje a família mantém um diálogo sobre os problemas que a aflige?

3 - Na opinião de vocês, por que tantos casais se separam hoje ?

4 - Vocês devem ter conhecimento de como era a Sagrada Família de Jesus, não é mesmo? Por que na família Dele as coisas iam sempre muito bem?

Crianças, como nós ouvimos pelo testemunho dado, há muitas coisas boas na família, mas há muitos erros também. Acredito que os casais hoje têm muitos desejos de que todas as coisas dessem certo e que tudo fosse eterno. Mas o pecado, o mal que existe nele faz com que esse desejo tome outros caminhos. Por isso, vamos pedir perdão a Deus pelos muitos erros cometidos em família e pedir a Ele a benção sobre todas elas. Vamos pedir perdão cantando.

Leitura (Uma família para carregar as velas e a bíblia )

Todo mundo sentadinho porque agora é o momento de ouvirmos a leitura. E pra fazermos deste momento um momento muito especial, vamos receber nossa bíblia, luz de uma família, para que através dela sejamos todos nós abençoados em nossas famílias também .( Escolher um canto )

E hoje, nossa leitura nos fala que devemos amar e respeitar os pais e ser motivo de alegria e felicidade para eles, porque assim o ensina o senhor... Estão ouvindo crianças? Esse deve ser o compromisso de vcs: amar e respeitar todos na família.

Aclamação:

E Jesus crescia em estatura, graça e sabedoria, e todas essas coisas guardava Maria em seu coração. Nós também, como filhos de Deus, crianças, devemos guardar conosco o exemplo de filho que Jesus foi e nos espelhar Nele , para que nossa família seja cada dia mais santa .
Em pé, com alegria, vamos cantar saudando o evangelho.

Preces da comunidade –

Mãe: Senhor, concedei que a luz de Cristo ilumine os casais, e brilhe a vossa luz sobre todos os que se amam, nós vos pedimos.
Ass.: Abençoai, Senhor, nossa família! Amém!

Pai: Senhor, fazei que todas as famílias de nossa Comunidade sejam escolas de oração e santidade, onde se aprenda a imitar a casa de Nazaré, nós vos pedimos.
Ass.: Abençoai, Senhor, nossa família! Amém!

Filho: Senhor, fortalecei todos os que trabalham com crianças, adolescentes e menores abandonados, a fim de que sejam sinais de vossa presença em nossa sociedade, nós vos pedimos.

Filha: Senhor, encorajai os casais em dificuldades, para que não desanimem, mas que possam buscar a força e a luz em vossa Palavra, nós vos pedimos.

Avô: Senhor, abençoai todos os que se doam a favor das famílias, especialmente os membros das equipes de preparação dos noivos, os membros da Pastoral Familiar e de outros serviços, nós vos pedimos.

Criança: SENHOR, olhai para os pais idosos e abandonados pelos filhos; olhai pelos filhos desprezados e não amados, pelos jovens marginalizados, pelas crianças jogadas à margem da vida, nós vos pedimos.

Ofertório (arrumar arcos, tipo bambolês e simular situações que nos falam o texto do ofertório. Ex: unir arcos , separar arcos , juntar com mais arcos etc) )

Deus fez uma aliança com o homem
Deus quis ter com ele a união
Deus quer a mesma união nas famílias
Deus não quer aliança partida
Deus não quer família dividida
Deus quer família unida, participativa...
Deus quer ver a aliança no dedo
Deus quer ter a certeza que o laço jamais será desfeito
Mas Deus procura entender os defeitos
E até compreende que tem gente que com a aliança vive mal
Bom seria que todos os casais
Pudessem ser felizes, afinal
Mas promessa com Deus deve ser respeitada.
A aliança jamais deverá ser quebrada
Aliança de marido e mulher
Aliança entre pais e filhos
Entre irmãos
Entre todos os povos
Aliança de amor
Entrelaçada pelo respeito
Circundada de cumplicidade
Aliança é dada em sinal de serviço
A Deus, este será o nosso maior compromisso.
Manter acesa a chama do amor
Que une as famílias,
Que se sentam à mesa
Que participam da transformação do pão e do vinho
E que ofertam hoje o grande sinal...
Somos um, unidos pela aliança com Deus.
E assim seremos eternos, pois possuímos o vínculo que nos prende uns aos outros.
Que façamos dessa aliança o nosso marco
Como uma grande e Sagrada família
Essa é a nossa oferta.
Amém

Comunhão – Alegria geral, Jesus Menino já está no nosso meio. Maria Santíssima é uma mãe amorosa e cuida bem do nosso Jesus. José, pai amantíssimo, feliz canta para o menino dormir e, nós, crianças, vamos cantar também pra mostrar ao Deus Menino, nossa alegria pela sua vinda. Vamos lá?

Ação de graças

Hoje é um dia especial para todas as famílias, pois José, Maria e Jesus nos mostram como deve ser a família sagrada. Que nela deve existir amor, respeito, carinho, ternura, porque só assim seremos felizes nela.

Por isso, para que cada dia possamos nos espelhar mais e mais nessa família santa é que iremos nos deixar abençoar sobre a proteção do manto de Nossa Senhora, conduzidos pelo cajado de São José e sendo simples, humildes, amorosos e obedientes como foi Jesus.

Enquanto cantamos a música da família, receberemos aspersão da água benta para que ela nos limpe, purifique e tudo transforme em nossa vida em família em amor e respeito. Com alegria, juntos vamos cantar.

- Onde Deus está presente não tem separação
(Sagrada Família)

Técnica – encenação
Personagens: Dom Terrão (vestido todo de marrom , com a cara pintada também ) , D.Galho Folhinha ( toda enfeitada de galhos ), D.Chuva Fininha ( ela veste-se de fada e tem uma varinha )- narrador

Vocês agora vão conhecer uma história bem diferente que só não acontece é na família da gente.

Lá está a Dom Terrão e mais à frente, vejam?! A Senhora Galho de Folhas.

Bom, um dia eles se olharam, apaixonaram-se e logo, logo, unidos, germinaram um compromisso .

Agora eram um só, unidos pelo amor, pelo elo que jamais o deveriam separar, por isso, é que resolveram casar. O tempo passou e as coisas não estavam muito bem entre eles .

Aconteceu que Dom Terrão não estava muito satisfeito com sua esposa Dona Galho de Folhas, porque achava que era peso demais pra ele carregar sozinho, já que ela não queria saber de ajudar.

Dona Galho de Folhas ficava o dia inteirinho se embonecando na frente do vento, arrumando suas folhas, afofando sua copa. Balançando sem parar, sem com sua missão importar.

Por isso, Dom Terrão resolveu dar um de egoísta e cortou das folhas a alimentação.

Hum!!! Crianças. Foi aquela confusão!!

Dona Galho de Folhas, muito brava, quis logo explicação.

E o Dom Terrão sem dar muito papo não quis reconciliação....

Mas, veio à madrinha, D.Chuva Fininha e conversou com muita atenção, mostrando que ninguém tinha culpa, naquela separação.

E o que antes era feio, ficou bonito então...

Por uns dias foi só amor... aguinha pra cá ... frutinha pra lá . Mas,quando Dona Galho de Folhas ouvia o celular tocar ... Virgem Maria!!! Parece que o mundo ia acabar. A mulher conversava tanto que Dom Terrão , dela não quis saber mais não .

Era sempre assim ... qualquer coisa virava confusão ..

Era briga pra cá e pouca união...

Mas sempre tinha D. Chuva Fininha pra resolver a situação. Conselho aqui... conselho ali ... e logo os pombinhos estavam juntinhos ...num só coração.

Mas era só esperar um pouquinho e vejam só que amolação?!

Hoje, foi o dia do Dom Terrão, ele tomou umas cervejinhas, bateu uma bolinha e esqueceu da sua bela Dona Galhinha...

Quando voltou em si e a recordação veio a sua mente, veja só que coisa diferente!?

Dona Galhinha estava com sua malinha e queria partir pra bem longe de sua casinha...

Dona Chuva Fininha é quem sofria... Não conseguia a comadre segurar e ainda vinha tonto do Dom Terrão, pra tudo complicar...

Cruz credo!!! Que situação!!! Será que terá solução?

Depois de juras de amor e Dom Terrão prometer não mais beber, volta Dona Galho Folhinha, de novo,pra sua casinha...

Logo, logo outra situação... Dona Galho Folhinha resolveu faculdade fazer... Vive agora com os livros na mão e Dom Terrão a sofrer.

- Cadê atenção? Cadê amor?- perguntava tristonho Dom Terrão

Pois, agora, ele já começava achar que a faculdade era a perdição...

Partiu pra grosseria e não quis deixar Dona Folha estudar. A briga ficou feia... até o padre teve que entrar ..

Todo dia era um novo caso... todo dia um problemão ..

Foi até que veio a separação.

Mas como? Como separar raiz de galho e folhas? Não tem jeito não ..

O jeito era arrumar um modo de tudo gerar compreensão.

Foi preciso muito tempo pra resolver a situação.

Deixar as brigas de lado e ter mais união...

Começaram então a reunião...

Dona Chuva Fininha foi a encarregada da reconciliação... E jurou não mais entrar nesta situação...

Dom Terrão foi o primeiro a falar e colocou a situação... É preciso mais amor, menos briga, mais união...
Precisa vencer as diferenças e ter paz no coração...

Dona Galho Folhinha disse a Dom Terrão que seu casamento estava por um triz, mas ainda tinha solução, era preciso por Deus em tudo e parar com esta amolação... porque onde Deus está tem união ..

Depois de muito debater, chegaram a uma conclusão...

Deus seria o centro de suas vidas, rezariam juntos, professariam sua fé.

Passariam a respeitar um ao outro. Pra vida endireitar...

O tempo passou e as coisas mudaram ...parece que deu certo...

Agora está tudo melhor...

Tem até fruto novo... trazendo vida nova ao casal.

Não digo que não tiveram brigas... pois isso é até normal .

Mas separação que é o grande mal... essa passou longe.

Com um coração novo do fruto... coração criança ...

Dom Terrão e Dona Galho Folhinha...

Estão felizes em sua nova vidinha.

Por isso, onde está Deus , separação não existe não . Amém!

Um comentário:

Marcela Gregório disse...

Olá querida!!! Adorei seu blog!!!
Mas achei meio difícil pesquisar algo específico. Será que vc não poderia adicionar o arquivo do blog, pra ficar mais fácil!!!
Que Deus te abençoe!!!
Se quiser me fazer uma visitinha, eu também tenho um blog : marcelagregorio24.blogspot.com
Ainda tem pouca coisa, mais aos pouquinhos vou colocar mais!!!
Bjinhus, fica com Deus!!!