terça-feira, 7 de outubro de 2008

Missa completa com crianças: Bodas de Caná

Acolhida –( pode ser somente contada ou usar de lâminas )

Boa noite, queridas crianças. Boa noite a todos aqui presentes. Sejam todos muito bem vindos a esta celebração.

Crianças, hoje nossa celebração irá ser linda, pois iremos conhecer, através do evangelho o primeiro milagre de Jesus . Vocês sabem quando foi que ele aconteceu ?

Aconteceu assim: A família de Jesus foi convidada para uma festa de casamento . E lá foram eles. A festa estava linda, A noiva toda de branco, o marido feliz da vida. Empregados iam e vinham com grandes carnes assadas, doces de toda qualidade tinha ali na festa e o principal não parava de sair vinho (vinho, crianças, que não era alcoólico, mas sim o puro suco de frutas ), que era muito gostoso e de tão gostoso acabou. Logo, Maria viu que a mãe da noiva estava muito apertada, pois uma festa que não tinha bebidas não era uma festa boa . Então, ela chamou Jesus e disse:

_Filho, o vinho acabou da festa.

E Jesus respondeu:

_Mas, mãe a minha hora ainda não chegou ( quer dizer que ele ainda não estava pronto para começar naquele momento)

Mas como bom filho que ele era , sabem o que ele fez? Ele pediu aos empregados que enchessem as talhas , que são uns jarros deste tamanho, com água bem pura e olhando para o céu ordenou que aquela água se transformasse em vinho. E assim aconteceu , porque Jesus tinha o poder divino , porque Dele emanava toda a força de Deus .

Crianças, as pessoas bebiam do vinho e falavam que aquele era o melhor vinho do mundo, que os noivos havia guardado o melhor para o final, mas que ele seria inesquecível.

E foi mesmo, pois já se passaram dois mil anos e eu até hoje estou contando para vocês que este foi o melhor vinho que o homem já provou.

Assim, através da benevolência de Maria, de sua generosidade, ela fez com que Jesus iniciasse sua missão salvífica .

Hoje, nós também somos convidados a sermos como Maria, bons , generosos , participativos na vida de nossos irmãos e como Jesus que inicia sua missão fazendo o bem .

Em pé com alegria vamos iniciar nossa celebração cantando.

Ato penitencial –(desenhar no retro duas talhas , em uma encher com canetinha vermelha palavras de bons sentimentos , no outro de canetinha escura escrever coisas ruins , ou pode-se também , ter as duas talhas e ir colocando nelas sucos de cores diferentes enquanto se lê o ato )

Agora mesmo eu contei para vocês que Jesus ordenou aos empregados que enchessem as talhas. Talhas, crianças , são aquelas vasilhas que estão lá no retro, olhem , são vasilhas onde antigamente guardavam-se água e o vinho .

Hoje, no nosso momento de reflexão, vamos imaginar que essa talha seja o nosso coração . Quando ainda bem pequenos , nosso Deus encheu a nossa talha de todas as coisas boas possíveis. Nos deu a alegria, a fé, o amor, a caridade, nos deu a sua marca de cristão que é o batismo . Com isso, nosso coração ficou cheio do melhor vinho de Deus, porque Ele nos deu tudo de melhor .

Mas vocês acreditam que o encardido, o chifrudinho , o maldoso também quis nos presentear com sua talha de pecados ?

E, quantos de nós, não trocamos nosso vinho bom, que Deus nos deu , por aquele suco sujo , onde deixamos nosso coração se encher de desamor , de rancor , onde a miséria se fez presente, e o egoísmo tomou conta , onde a fofoca deu lugar a amizade, e a mentira arrancou de vez a verdade e a falsidade tomou conta do nosso coração ?

Sabem, crianças, tem muito coração sujo aqui no nosso meio, cheinho da ação do encardido. Alguém de vocês quer continuar com esse coração sujo aqui?

Então, vamos pedir ao nosso bom Deus que nos perdoe porque, muitas vezes, sujamos nosso bom vinho com o pecado, deixando que ele tome conta de nosso coração. Vamos pedir perdão a Ele cantando.

Leitura –Vamos todos ficar bem sentadinhos para ouvirmos a Palavra de Deus . E ela nos fala o seguinte : Diante do povo desanimado pela opressão, Deus, através do profeta, reafirma seu amor por ele, alimentando-lhe a esperança, ao garantir a vitória da justiça e da paz.

Aclamação - Nas Bodas de Caná, Maria é a imagem da Igreja suplicante, que convoca todos os seres humanos para o seguimento de Jesus, o iniciador da humanidade nova.
Antes de ouvirmos o santo evangelho , vamos todos ficar em pé e dar aleluias ao nosso Jesus , cantando .

Evangelho – história - Bodas na Floresta

Preces:
1. PARA QUE todas nós, crianças, vivendo nossa fé, possamos superar todas as divisões e conflitos, e alcancemos a vitória da paz pela força do amor e da justiça, rezemos.

— Senhor, Deus de amor, atendei nosso clamor!

2. PARA QUE a Igreja, sacramento de salvação, seja fiel ao Evangelho, e leve todos os povos a confessar a fé em Cristo como único modelo do que é ser verdadeiramente humano, rezemos.

3. PARA QUE, em nossas comunidades, busquemos viver o serviço como norma de vida, deixando de lado todas as vaidades e falsas aparências, rezemos.

4. PARA QUE os novos governantes abandonem o vinho velho da corrupção e da mentira, buscando o vinho novo da justiça e da solidariedade social, rezemos.

5. PARA QUE sempre existam em nosso meio profetas que, mesmo diante das grandes dificuldades, saibam animar a esperança dos pobres e humildes, rezemos.

Ofertório - ( oferecer uma talha, sendo trazida por uma pessoa vestida de servente , ela levantará e abaixará a talha em um gesto de oferecimento a Deus )

Hoje , no evangelho, vimos que a Mãe intercede a Jesus . E Jesus transforma água em vinho. Água que é trazida pelos serventes. Serventes, que podemos ser todos nós, ao atendermos ao pedido da Mãe: "Fazei tudo o que ele vos disser" . Mesmo sem saber que enchendo as talhas de água poderiam resolver o problema da falta de vinho, os serventes atenderam ao pedido de Maria e tornaram possível o milagre, cuja centralidade está em fazer o que o Mestre dizer. Maria é, sim, nossa maior intercessora junto a seu Filho, mas é Jesus quem faz o milagre, e Ele quer a nossa participação, Ele quer que ofertemos a nossa água, que não deixemos nossas talhas vazias, para que Ele possa transformar, em nós, toda a água que precisa ser vinho..

Por isso crianças , nessas talhas que trazemos até o altar , vamos ofertar todos os nossos compromissos , nossas ações , palavras , gestos , orações, sacrifícios , para que assim , junto ao pão e ao vinho , O Senhor receba o milagre que também vem de cada um de nós, quando nos colocamos nessas talhas , como serventes que somos , nossas maiores e melhores ofertas de amor e vida . Amém.
Vamos todos cantar o canto do ofertório .

Comunhão – Agora sim! Agora somos nós, os convidado para a festa de Jesus e Ele não nos deixará na mão , nos dará seu bom vinho e nos alimentará de seu pão na festa da eucaristia , festa esta que é para vida eterna . Vamos então ao seu encontro com alegria cantando .

Ação de graças – Que maravilha é saber do grande poder de transformação que Jesus opera em nossa vida. Saber que Ele pode transformar nosso coração e nos encher de seus dons, e que junto Dele celebramos a festa de Caná todos os dias .

Vamos então agradecer ao Senhor rezando juntos essa pequena oração:

Senhor ,
Obrigado por nos fazer entender a sua redenção
Obrigado por nos ter dado a chance de conhecer a conversão
Obrigado pelo grande milagre que nos oferece através da vida nova.
Queremos, Senhor, também ser agentes de milagres
Queremos fazer nossos irmãos mais felizes
Queremos transformar a vida dos infelizes
Fazer nossos pais mais alegres e orgulhosos
E oferecer ao nosso Deus frutos doces
Para que deles, Ele possa transformar no bom vinho
Aceita Senhor, essa nossa talha vazia e nos enche de tua presença.
Nos fazendo ser bons e amáveis
E colaboradores de seu reino de justiça, verdade e fé. Amém.

Festa de bodas na mata.( Pode-se usar lâminas, encenações ou fantoches)

Era primavera.

O sol irradiava alegria por toda a mata . Dona rainha Abelhuda iria se casar. Gente, foi um furdunço total ...

Todos os bichinhos foram convidados a participar da grande festa . Era um acontecimento nunca visto por aquelas bandas. As abelhinhas voavam sem parar de lá para cá e de cá para lá, buscando o pólen mais puro e doce para fabricarem o mel que seria servido na festa. Porque vocês já sabem, não é mesmo!? Festa na mata, sem o delicioso mel, não era festa e tinha que ser com muita fartura porque senão ... Senão o povo reclamava e sairia falando aos 4 ventos que a festa não prestava. E dona Abelhuda não queria, porque não queria, que algo desse errado em sua festa.

Todos estavam ansiosos para chegar o grande dia. O grilo afinava a orquestra de insetos para tocar a marcha nupcial ( taradam taradam .....dandanadanadan) O sapo recolhia toda a sujeira de debaixo da grande árvore , onde seria a festa , para deixar tudo limpinho e arrumado para a hora do casório . As borboletas ensaiavam como iria ser a entrada na igreja no momento mais solene. As flores lavavam suas pétalas para que pusessem estar lindas neste momento. Os passarinhos traziam plumas de longe para que os assentos dos convidados fossem bem macios. Era bicho pra todo lado, trabalhando para festa ser um sucesso. Nada podia dar errado, nada podia sair do que havia sido preparado .

E chegou o grande dia... lá estava a Dona Abelhuda toda linda e enfeitada. Do outro lado estava o Senhor Zangão com uma cara de felicidade sem par ... Os grilos cantavam e tocavam alegrando todo o casamento. Debaixo da grande árvore se reuniram milhares de bichinhos amigos da Dona Abelhuda e do Senhor Zangão ... que casamento mais bonito !!! Que beleza das palavras do senhor Caramujo que celebrava a cerimônia! Estava tudo tão lindo.

Assim que terminou a casamento, todos foram convidados para a grande festa ,lá na colméia principal ...Crianças ...estava tudo muito lindo ... muita comida boa , muita música melodiosa, muita gente... Até que... Até que o mel acabou ... Foi como um susto!!! Era muito, estava delicioso, a festa só tinha começado e o mel havia terminado. Pobre dona Abelha Abelhuda! Seria muito triste se não tivesse mais mel pra sua festa ... seria o fim da festa e o começo da falação geral. Mas, lá no cantinho da festa , bem atenta a tudo que se passava, estava a rainha das joaninhas, que vendo o desespero de Dona Abelhuda , foi acalmá-la .. nada fazia a abelha parar de chorar , era tanta lágrima , que enchia toalhas e mais toalhas .. pobrezinha dela , sonhou tanto com uma festa e que ela seria a melhor de todas e agora ??? O que seria quando os convidados começassem a perceber que o mel havia acabado ? E mesmo que pedisse as suas súditas abelhinhas que fossem buscar o pólen, ele jamais sairia a tempo da festa , pois a fabricação do bom mel demoraria dias .

Foi nesse meio tempo, e com o coração grande de mãe, que tudo entende que a Joaninha foi para cozinha, mas antes chamou pelo seu filhinho Joanim que veio correndo saber o que a mãe precisava .

__ Escute bem, meu filho ... é chegada a sua hora ... sei que você é um ser especial ... e veio pra trazer todas as coisas boas para floresta. Preciso que comece a realizá-las agora.

E explicou para seu filhinho tudo que estava acontecendo.

Joanim olhou bem pra sua mamãe e disse:

___ Mas, mamãe , ainda não chegou minha hora ... acho que ainda não posso iniciar minha missão .

_____ Ora, meu filho.. Aqui está um bom momento de ajudar ... é chegado sim ... estamos todos precisando de você .

Assim, ouvindo o apelo da sua mamãe e sendo bom filho , obediente , quis logo ajudar ...

Naquele lugar não havia nada para fazer o mel. Sabem o que fez joanim? Convocou lá na cozinha um exército de crianças insetos. Pediu a eles que saíssem com seus baldinhos e colhessem o mais rápido possível o pólen que encontrassem para que ele pudesse fazer a transformação.

E como vocês sabem, as crianças são mesmo um sucesso. Foram rapidinhas até as flores, colheram o pólen e depositaram em grandes baldes. Mas muitos ali não acreditavam que ele pudesse realizar a façanha de transformar aquele pólen em mel tão depressa. Não acreditaram mesmo. Mas acontece que Joanim ergueu as mãos ao céu e disse...

__Agora sim, vocês tomarão o melhor do mel ! Trago até vocês a alegria da transformação.

Virgem santa!!! E não era mesmo que aquele pólen todo tinha acabado de se transformar em mel dos mais gostosos?!

Pois, nesse momento, em que os convidados começavam a pedir mais e mais mel é que foi dado a eles o mel do milagre... e como era gostoso !!! Quanto mais eles bebiam , mais mel no fundo do balde aparecia. Muitos falavam :

______ Este é o melhor mel que já foi feito nessa mata.

Gente, precisavam ver a cara de alegria da Dona Abelhuda e do Senhor Zangão... Que festa mais linda e animada .. .Foi uma alegria geral !

Ah !!! Dona Joaninha e seu filho ficaram felizes em poder ajudar ... e saíram de lá sabendo que, daquele dia em diante, a vida de todos ,dali, daquele lugar nunca mais seria a mesma.

Viram só, crianças ... Esta é a história de Maria que teve um papel importantíssimo na vida de seu filho... Ela fez com que se começasse a transformação, não só pelo vinho, mas pelo coração do homem, através de gestos de bondade e de amor. Viva nossa Senhora, viva nosso Senhor.

Um comentário:

Venecia disse...

AMEI!!!!!!!!!!!!!!!1
pARABÉNS!!!!!!!!!!!DEUS OS ABENÇOE!
CONTINUEM AJUDANDO!!!!!!!!!!!!11EVANGELIZANDO!!!11